Alexitimia...
Ela ama fazer carinho, mexer no cabelo dos outros e de “morder” as pessoas que gosta. Ela é uma garota difícil de lidar, está cada hora de um jeito e é péssima em demonstrar o que sente.
Home Ask Submit F.a.q Meus Indico
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

- Quem não procura, não sente falta, moço.
- Engano seu, pequena. A saudade é grande, mas o orgulho é ainda maior, menina.

Caio Fernando Abreu.  


Mesmo assim, minha autoestima oscilou, sou daqueles que, se você não fizer 36 polichinelos na minha frente, com uma placa “eu gosto de você” pendurada balançando no pescoço, jamais terei certeza. Já me enganei tantas vezes.

Gabito Nunes.


Querido diário, eu sobrevivi ao dia de hoje. Eu devo ter dito: “Estou bem, obrigada”, umas 37 vezes, nenhuma era verdade. Mas ninguém percebeu. Quando alguém pergunta como você está, na verdade não quer uma resposta.

The Vampire Diaries.


Porém, eu gostei dela. É raro encontrar alguém que vê além das nuvens, que se senta no meio do nada pra caçar estrelas e trocar ideias com a lua. Há pouco azul na cidade, ninguém dá mais bola para o firmamento, estão todos vivendo sem perceber os prédios se erguendo na volta e engolindo nossa capacidade de reparar nos detalhes.

Gabito Nunes.


Tem dias em que você quer um colo, mais nada. Porque de vez em quando tudo que a gente precisa é isso, se cercar de carinho e nada mais. Sem palavras, só presença física.

Clarissa Corrêa.


Depois de tantos silêncios, resolvi voltar a conversar comigo, ainda que mentalmente. Muitas vezes fico assim, recostada em mim, pensamento longe, coração andando devagar e analisando cada cenário que passa em câmera lenta, a vida em preto e branco. Não foi difícil nem tenso, foi diferente.

Clarissa Corrêa. 


Minha vida mudou muito nos últimos anos. Eu mudei muito nos últimos anos. Mudei sem oferecer a menor resistência. Mudei sem me surpreender com as mudanças. Elas simplesmente apareceram, aconteceram, me invadiram e se instalaram. Então, eu finalmente me senti em casa dentro de mim mesma. E hoje, mais do que nunca, sinto que não devo nada para ninguém. A gente demora demais para se livrar de pesos e culpas. Mas um dia, finalmente, a gente acorda. E descobre que tem uma vida inteirinha pela frente.

Clarissa Corrêa. 


- Raiva, um pouco de raiva.
- Com quem?
- Comigo mesma.
- Por que?
- Sei lá, tô meio cansada.
- Do que?
- De mim mesma.

Clarice Lispector.

THEME RENATO-07-12